Digite o código para ir direto ao produto

Notícia

Sancor Seguros adota solução Furukawa em sua nova sede no Brasil

18/08/2017

Sancor_segurosHá quatro anos no Brasil, a Sancor Seguros - empresa de origem argentina - vem expandindo rapidamente sua atuação no país, ocupando posição de destaque principalmente no segmento de agronegócio. Em novembro, inaugurou as novas instalações de sua sede, em Maringá, interior do Paraná, na qual adotou uma tecnologia moderna e inovadora: a solução Laserway Furukawa, que se baseia em infraestrutura óptica GPON (Gigabit Passive Optical Network).

“A área de TI é estratégica para o nosso negócio e a solução Laserway oferece segurança e confiabilidade para que a empresa possa continuar crescendo”, afirma Clovis Camozzi, coordenador de Tecnologia da Sancor Seguros do Brasil. Ele ressalta que a qualidade e a estabilidade da rede de comunicação, proporcionadas pela tecnologia óptica, são fundamentais para as atividades da empresa. “É essencial garantir a segurança, estabilidade, alta velocidade e qualidade na comunicação de nossa rede, pois impactam diretamente na entrega de nossos serviços, tornando-se fatores competitivos”, explica.

Esse é, segundo Camozzi, um dos principais ganhos obtidos com a implantação da solução Laserway: em oito meses de operação, não houve incidentes (falhas) na rede de comunicação. “Além disso, tivemos redução no custo total de propriedade, com a centralização de toda a infraestrutura de rede nas tecnologias GPON e Laserway”, acrescenta. Atualmente, essa infraestrutura vem sendo utilizada em diversas aplicações na Sancor Seguros: monitoramento com CFTV, segurança/controle de acesso, controle de impressão, videoconferência, Wi-Fi, transmissão de voz (VoIP) e dados em geral.

Camozzi destaca, ainda, a flexibilidade para futuras expansões da rede - sem necessidade de grandes investimentos - como outra vantagem da solução adotada. “Toda gestão é feita por intermédio de um equipamento central e a rede pode ser expandida sob demanda, acrescentando um cabo de fibra óptica local e conectando ONTs (terminais de rede)”, enfatiza. Essa facilidade de expansão está sendo utilizada na própria implantação do projeto, que foi dividida em duas fases.

José Vitor Bastos, diretor da Compustar Tecnologia em Redes - empresa parceira da Furukawa que atuou nesse projeto -, explica que, na primeira fase, iniciada em agosto e encerrada em novembro do ano passado, foram instaladas 114 ONTs, para atender 444 pontos de rede. Na segunda fase, que está sendo concluída em julho, o objetivo é chegar a um total de 190 ONTs e 736 pontos de rede.

0 Comentários

Comentar